Domingo, 12 de Dezembro de 2004

“A Oeste nada de novo…”

Eu esperei pacientemente que o Presidente desta República das Bananas, me elucidasse sobre a decisão de dissolver a Assembleia desta República. Fê-lo de uma maneira ligeira e apoiado num pseudo Conselho, (terá sido o da Revolução?) e mantendo uma carga de incerteza sobre o futuro do Governo que, segundo ele ficaria preso a um mero encargo de gestão. Ao apoiar-se nesse dito Conselho, em que os seus apaniguados estavam em maioria só veio infelizmente demonstrar que as cartas estavam marcadas desde o princípio e na base “de quem parte e reparte…”

O imbróglio constitucional que arranjou teria sido mais grave se o 1º Ministro dentro dos direitos que lhe são conferidos se demitisse. Atenção, quem se demitiu foi o governo, não o PM, esse estoicamente aguentou-se. Ao contrário do Prof. Vital Moreira (ilustre constitucionalista da família socialista), que afirmou que o 1º Ministro nunca o poderia fazer, pura demagogia, não lhes convêm, isso sim, ele é possível, é um direito de qualquer um abandonar ou aceitar o cargo que lhe impuseram ou ofereceram, felizmente o 1º Ministro não o fez, nesta altura o Presidente teria que repensar o seu futuro político, ou nomear um 1º Ministro socialista ou um amigo que lhe preenchesse o vazio da cadeira que lhe ficava nos braços, a não ser como tomada de posição extrema, e depois do que aprontou, se auto nomeasse também PM.

Não gostei do que foi afirmado pelo BE, queriam que ele não se demitisse porque?

Porque assim não poderia o 1º Ministro entrar na campanha eleitoral que se aproxima, afinal o homem já não mete medo a ninguém.

Sócrates foi um grande filósofo, este (o português) deixa-nos gregos com as suas tiradas infelizes, se pensa que vai fazer uma campanha ao estilo de um presidente, um partido, um governo, deve primeiro ter o cuidado de não fazer crer aos portugueses que está a ser levado ao colo por uma franja de interesses obscuros, o seu discurso aproxima-se muito de um de má memória: “Ein Volk, Ein Reich, Ein Fuher”. Conto com a inteligência do povo português. O Eng. Guterres já lá se aguentou com esse sistema e deu no que deu.

Quanto ao Dr. Paulo Portas que se cuide. Fica-lhe mal ir buscar os interesses de uns senhores que sempre fizeram o possível e o impossível para ir sacando uns milhões a este País, onde as empresas lutam com dificuldades e eles fogem aos impostos. Só agora é que viu isso? Na altura em que, com o Partido Socialista e o Dr. Mário Soares (PR da altura), se atirava ao Governo do Prof. Cavaco Silva, defendia os interesses de quem? Os meus não, nem o dos portugueses. Esse nacionalismo nasceu-lhe só com a sua ida para o governo?

Na verdade e como já se vai afirmando devemos desde já começar a pensar o que o futuro nos reserva e os cenários são tentadores:

- O Partido Socialista ganha as próximas eleições, com maioria até. Enquanto o PR se mantiver o mesmo, nada acontece. Imaginem porém que ganha o “candidato” de outro partido. Se não gostar da cara e do Eng. Sócrates, demite a Assembleia da República e força de novo o povo a escolher outro partido, este cenário, repetir-se-á até o partido que convier ao PR ir para o poder. Foi este o precedente exacto que o PR actual conseguiu. Veremos o que dizem nessa altura os nossos soberbos constitucionalistas. Gosto sempre de os ver às voltas para enquadrarem as suas posições ao que mais lhes convém.

Como já fiz referência anteriormente, não votei, portanto estou completamente à vontade para dizer que nem o PR está lá com o meu voto, nem o actual PM, até por sinal não gosto deles.

Talvez, neste momento difícil deste País, mude de opinião quanto ao voto. Nunca fui apologista de ditaduras socialistas, nem de “putchs” à velha maneira soviética. Já passamos por isso à muitos anos atrás, o PREC, os SUV, a tentativa de assalto ao poder de uma minoria com fim de impor uma ditadura comunista. O mau exemplo do Presidente leva-me a crer que é esse cenário que está a ser testado.

Espero sinceramente que seja apenas um pequeno equívoco meu.

publicado por McClaymore às 14:22
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Nova Casa…

. Nos bastidores da Guerra ...

. "Nada de novo na frente o...

. "Ladrão que rouba a ladrã...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Mãe, há só uma...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Translate this blog to English

powered by Google