Domingo, 27 de Junho de 2004

This is a jungle, but I’m not Tarzan, and you, are you Jane?

Era uma vez um Lobo Mau que se dedicava a comer velhinhas indefesas, comia ainda as netas quando podia, de preferência maiores de 18 anos, este lobo era politicamente correcto. Também não gostava de se ver envolvido em processos judiciais, o advogado dele era pouco versátil só se dedicava a direito fiscal., defeitos da antiga profissão de contabilista. Entretanto a floresta onde vivia o Lobo foi invadida um dia por uns gritos estranhos e lancinantes. O Lobo Mau nem queria acreditar, o Tarzan, um gajo caucasiano, filho das melhores famílias, tinha-lhe invadido o território, ele bem o tinha marcado, mas o estupor não ligou nenhuma. Os gritos entretanto tinham-se transformado em gemidos de prazer e qual não foi o espanto do Lobo, ao virar da terceira árvore, a seguir ao riacho gorgolejante, sim, nem queria acreditar no que os seus potentes olhos viam: o Tarzan estava a comer o Capuchinho Vermelho…

O Lobo Mau engoliu em seco, engoliu o seu orgulho e tentou dialogar com o Tarzan:

- Desculpe, invadiu-me o território, para além disso o Sr. está nitidamente enganado, deveria Vossa Excelência estar a comer a Jane. O Capuchinho Vermelho, sou eu que o devo comer. Pelo menos é o que diz a história.

O Tarzan, olhou de soslaio para o Lobo Mau, parou momentaneamente de comer o Capuchinho, bateu no peito e gritou:            

- Mim Tarzan…Aeeeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiuuuuuuuuuu
- Mim Jane – disse o Capuchinho – continua, eu estava a gostar imenso...

O Lobo ainda tentou pedir ajuda ao Príncipe, mas ele deu-lhe uma desculpa qualquer sobre um sapato de cristal que a Branca de Neve lhe tinha partido e baldou-se. Pediu ajuda à Quercus, mas os gajos estavam chateados com os da GreenPeace e não podiam ajudar, para além disso o Lobo Mau não pagava as quotas, nem tinha votado neles nas últimas eleições. O Lobo Mau ainda pensou em vestir-se de ovelha, mas desistiu.

 

- Que se lixe – disse baixinho o Lobo – vou mas é comer a Avózinha.

</font>
publicado por McClaymore às 01:38
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 27 de Junho de 2004 às 08:51
ADOREI!!!!!!!!!! na volta a avozinha ate era mais interessante que o capuchinho vermelho...lolpaula
(http://babkowsky.blogspot.com)
(mailto:pau68virgo@hotmail.com)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Nova Casa…

. Nos bastidores da Guerra ...

. "Nada de novo na frente o...

. "Ladrão que rouba a ladrã...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Mãe, há só uma...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Translate this blog to English

powered by Google