Sábado, 10 de Julho de 2004

Carta aberta ao Exmo. Sr. Presidente da República.

Começo por agradecer a V. Exa. a decisão difícil e importante que tomou. Efectivamente até porque nas semanas anteriores, já havíamos agradado aos Gregos, restava apenas como solução do problema que impedia o País de progredir, o de agradar aos Troianos.

Pela análise que fiz do seu discurso, ficam no entanto algumas dúvidas que eu gostaria de ver esclarecidas:

Porque era tão importante ouvir tanta gente? Para tomar a decisão que tomou bastava apenas, e pelos vistos foi o que fez, ouvir a sua consciência.

A única coisa boa no meio disto tudo, é que vamos ter a residência do 1º Ministro a mudar para o Kremlin, na 24 de Julho é claro, mas sempre passamos a ter despachos fora de horas e essa malfada avenida mais policiada.

Porque é que não diz ao País que já tinha combinado tudo com o Manuel? Sim porque para decidir aquilo que decidiu e pelos sorrisos do Manuel, já se saberia de antemão o resultado.

Isto da política é mesmo um exercício de cinismo, mesmo eu, cínico militante não conseguiria tão bons resultados:

Os rapazinhos do PP já não sabiam o que fazer, a crispação que criou na minoria do governo, vai acabar por dar os seus frutos, dificilmente nas próximas eleições eles conseguirão estar juntos na fotografia com o PSD.

Acabou com um possível adversário para algum notável do seu partido, nas futuras presidenciais. O Santana dificilmente neste exercício que se aproxima, terá tempo de se preparar ou retocar a imagem para ser considerado um perigo.

Quem se deve estar a rir um bocadinho com isto tudo devem ser o Mário Soares (pai), porque consegue que o filho apareça novamente nas capas das revistas e nas primeiras capas dos jornais como futuro chefe da claque rosa, e o Cavaco Silva agradecido ao Sr. Presidente e ao Sr. Presidente da União por o terem colocado outra vez na corrida a Belém.

O Ferro é que nunca lhe vai perdoar, mas isso na política é o que menos importa, não é verdade? Conseguiu afastar um líder que só se lá mantinha porque ninguém tinha coragem de lhe dizer que já devia ter deixado cair o Pedroso à muito tempo, a colagem com esse estigma era por demais evidente e o PS estava com a espada de Damocles sobre a cabeça, à custa de uma palavra que se chama lealdade e que na política não é para aí chamada.

Conseguiu ainda dividir a oposição e a coligação, ou o que resta dela, para além disso com as crises que para aí se advinham e pelos maus resultados que se aproximam quando chegar o tempo das novas legislativas, o PS, certamente terá pela primeira vez uma maioria confortável para desgovernar o País confortavelmente.

Os portugueses ficarão certamente a perder-se em contas e a perguntar quem é que ganhou afinal. A resposta é simples, meus amigos, ganhou a democracia.

Eu na verdade não sei quem é a senhora, todos falam dela, todos mamam nela mas nunca a vi. Deve ser uma senhora muito boa, dá emprego a uma data de pseudo engravatados bem falantes que se auto intitulam de políticos.

Aproveito ainda esta missiva, para solicitar um lugarzinho a V. Exa. na política, pode ser no partido de V. Exa., ou outro qualquer logo que me garanta a reforma em tempo recorde, junto envio o meu “curriculum”, como pode ver depois de o analisar, não sei fazer nada, cortei ainda algumas das habilitações, pois poderia ser recusado para o cargo por excesso das mesmas.

Sem outro assunto de momento,

Para o bem da Nação,

 

McClaymore

 

P.S.: Agradeço que V. Exa. esqueça o meu desabafo anterior e se concentre apenas no pedido feito nas últimas linhas.

publicado por McClaymore às 12:27
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 11 de Julho de 2004 às 00:01
Assim ficou o nosso ânimo! (...) Eu hoje estou sem palavras. Beijoinconformada
(http://palavrasapenas.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconformada@sapo.pt)
De Anónimo a 10 de Julho de 2004 às 12:53
Clap!Clap!Clap!Clap! Aplausos, homem. Não é que depois do poema, eu também resolvi escrever-lhe uma carta? Aliás escrevi duas. Para o que nos havis de dar... Bjslique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Nova Casa…

. Nos bastidores da Guerra ...

. "Nada de novo na frente o...

. "Ladrão que rouba a ladrã...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Mãe, há só uma...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds