Sexta-feira, 9 de Julho de 2004

As Valquírias.

Os cães uivavam ao longe pressentindo o perigo e avisando as suas gentes.</span>

No cimo do monte uns olhos manhosos, cintilantes e cheios de maldade, perscrutavam o vale em movimentos lentos e calculados. Lentamente foram-se juntando aquele, mais e mais, refulgindo na noite como archotes.

Cá em baixo na mansidão do vale, ainda fumegavam as ultimas brasas que durante a noite aqueceriam os sonos mal dormidos.

A coruja manteve-se calada, adivinhando nas trevas os movimentos lentos e o restolhar da matilha.

No ribeiro o barulho das rãs foi silenciado pelo chapinhar da sua fuga. Os juncos, moviam-se descompassados como se de um mar revolto se tratasse.

Avançavam em bom ritmo, mantendo a cabeça baixa e os corpos arqueados, escondidos na noite sem lua e nas nuvens negras que cobriam as suas sombras.

Uma flecha sibilina foi disparada, cortando a voz à sentinela, cujas mãos agarraram com desespero a trompa que os lábios sem ar não conseguiram tocar.

Aproximaram-se aos magotes das portas das casas, mal trancadas, trespassaram-nas como folhas de papel e irromperam pelos soalhos adentro. A turba em fúria, apunhalou, cortou e decepou, apenas se ouvindo os gritos horrendos dos que como foices calavam os que tentavam escapar.

Após minutos que pareciam séculos juntaram-se no meio da aldeia, arrastando consigo os despojos de mais uma matança.

Empilharam as cabeças dos que haviam perecido, alguns rostos ensanguentados mostravam no olhar vidrado e incrédulo um esgar de pura revolta.

- Mataram só os velhos, as crianças e as fêmeas? Onde colocaram os machos?

- Naquele canto, amarrados e vendados como ordenaste.

- Queimem as casas da aldeia, obriguem esses animais a andar rapidamente. O fumo vai atrair as atenções.

- Será como mandaste, Senhora. Não são poucos?

- A caçada terminou, temos escravos suficientes para nos cobrirem por um ano.

 

Para a Paula, conforme prometido. Espero que te sintas vingada.

publicado por McClaymore às 21:35
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 10 de Julho de 2004 às 10:43
joao es unico!!!!!!!!! paula
(http://babkowsky.blogspot.com)
(mailto:pau68virgo@hotmail.com)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Nova Casa…

. Nos bastidores da Guerra ...

. "Nada de novo na frente o...

. "Ladrão que rouba a ladrã...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Mãe, há só uma...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Translate this blog to English

powered by Google