Sábado, 3 de Julho de 2004

O Anjo.

O negrume da noite rebentava, as ultimas luzes reflectidas no cimo dos ramos das árvores, aumentava o aspecto fantasmagórico à sua volta, à medida que a floresta se tornava mais densa e agrupada. O lusco-fusco confundia a mente, entrevava a vista e aumentava o medo.

Lá ao longe um brilho, naquele imenso escuro. Tentou às apalpadelas encontrar um atalho que o levasse até aquela luz intermitente e gasta.

Percorria trilhos que os seus olhos mal conseguiam adivinhar, os ramos baixos dos arbustos feriam o seu débil corpo como chicotes. As suas roupas ficavam rasgadas nas pontas mais afiadas dos espinhos que lhe dificultavam o caminho. Batia em troncos e pedras caídos que nunca lá deveriam ter estado.

Parava um pouco para tomar fôlego e continuava teimosamente na senda daquela estrela que o mantinha vivo.

Aproximou-se a medo da luz, sentiu um calafrio a percorrer-lhe a espinha, um calor extremo sacudiu-lhe os membros entorpecidos pelo cansaço. Ouviu uma voz grave e cavernosa que lhe perguntou:

- És tu meu filho?

- Não, sou eu…

- Ah! És tu, estava há muito tempo à tua espera, explicas-me mais tarde o teu atraso.

Abriram-se umas portas negras, enormes e ruidosas, saíram chamas de tições e gritos alterosos, o anjo, já sem asas, retirou a ultima pena que teimosamente se mantinha nas suas costas e entrou…

O que ele nunca contou e nunca iria contar ao seu guardião é que no seu penoso caminho, tinha encontrado um vulto moribundo e lhe tinha dado as suas asas, que esse vulto de alma negra e atormentada, quando lhas colocou, se transformou, que certamente percorreu o caminho inverso ao dele, indo até aos limites daquela floresta tenebrosa e que por fim seguiu a luz do sol que se punha no horizonte.

E o anjo entrou, a sorrir...

publicado por McClaymore às 22:58
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 6 de Julho de 2004 às 10:16
gostei muito dos teus anjos... muito bonito e sublime! um sorriso :)tartaruga
(http://aexplanada.blogs.sapo.pt)
(mailto:teresafilipa@sapo.pt)
De Anónimo a 6 de Julho de 2004 às 08:41
Obrigado pela crítica, só lê efectivamente quem quer, e quanto ao meu tempo geralmente ocupo-o como eu bem quero, é um direito que me assiste. Nunca respondo a comentários, nunca perdi tempo com isso. Acho que te identificas muito com o anjo que perdeu as asas. O próximo post vou-te dedica-lo WOW, se não te importares claro, já que perdes-te algum tempo a ler aquilo que escrevi.
McClaymore
</a>
(mailto:joaoamadeira@sapo.pt)
De Anónimo a 6 de Julho de 2004 às 00:21
não têm mais nada que fazer do que andar a escrever estas merdas?
ocupem o tempo com coisas validas...wow
(http://www.naotem.com)
(mailto:wow@email.com)
De Anónimo a 5 de Julho de 2004 às 20:28
wow....lindopaula
(http://babkowsky.blogspot.com)
(mailto:pau68virgo@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 12:01
Gosto de anjos que são a redenção de seres moribundos ou só desesperados. Muito bem contada a tua história! Um abraçolique
(http://mulher50a60.blogs.sapo.pt)
(mailto:lique2@sapo.pt)
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 07:31
muito bom mesmo, os meus parabéns. A angel dá cada inspiração...;P lol. abraço []joel faria
(http://www.dromedarios.weblog.com.pt)
(mailto:corvorao@hotmail.com)
De Anónimo a 4 de Julho de 2004 às 00:29
muito bonito, foste tu que escreveste? =) adorei* * * * *Angel Sanctuary
(http://understars.blogs.sapo.pt/)
(mailto:angelsanctuary1986@hotmail.com)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Nova Casa…

. Nos bastidores da Guerra ...

. "Nada de novo na frente o...

. "Ladrão que rouba a ladrã...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Mãe, há só uma...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Translate this blog to English

powered by Google