Terça-feira, 24 de Maio de 2005

Calculadoras...

Como é possível não explicarem bem aos portugueses que o défice que tanto proclamam é o que vão deixar para o ano de 2006 e não o que encontraram?

 

Das duas uma ou este governo faz futurologia, o que é grave, porque tem os instrumentos todos para governar: maioria absoluta e orçamento rectificativo…

 

Ou então está a pensar não governar…o que é bem mais grave.

 

A ideia que o PS transmite e que a comissão do Banco de Portugal afirma, é que é esse o valor que está em cima da mesa se não forem levadas a cabo medidas correctivas durante o ano de 2005…

 

No meio disto tudo, para além do silêncio do Presidente da República, do 1º Ministro, da nossa Comunicação Social, e da dita Oposição, está o silêncio dos portugueses…

 

Depois temos a vernácula inteligência do Francisco Louça a funcionar: “O aumento do IVA vai levar a que a competitividade da indústria portuguesa diminua em virtude de aumentar os preços para a exportação…”

 

Mas que grande economista, deveriam explicar a este senhor que se eu aumentar o IVA de 12% para 19%, sobre a restauração, a única coisa que pode acontecer é o número de portugueses a almoçar em restaurantes, diminuir, hábito generalizado em maior parte dos países europeus…poucos se dão ao luxo de tomar refeições fora…

 

Para além disso, nas exportações não é cobrado IVA…

 

Fiquei sem saber o que ele queria dizer…como sempre, deveria ter estado calado e não dizer asneiras.

 

Mas as situações estranhas não ficam por aqui…

 

O Banco de Portugal a extrapolar o valor do défice? Onde já se viu isto?

 

Mas o mais estranho é ainda o número: 6,83%, porque não 6,84 ou mesmo 6,82%? E onde estão as contas?!?!?

 

Eu não as vi, viram-nas vocês?

 

E para finalizar, quando confrontado sobre as dívidas das autarquias, que deveriam ser incluídas neste bonito número, a resposta do Dr. Victor Constâncio é ainda mais misteriosa: “Na verdade deveríamos ter em conta que essas dívidas fazem parte do défice, mas não tivemos tempo nem mecanismos para as apurar.”

 

Então Sr. Dr. O que é que andou a fazer? Afinal em que é que ficamos? Vamos ter mais surpresas ainda?

 

Ou não interessa chatear agora os autarcas porque as eleições para esses cargos estão aí à porta?

 

Deveriam ainda ter reparado em três situações caricatas, o excelente economista que se encontrava entre o Eduardo Catroga e o Bagão Félix, deu-nos as pistas e aumentou os nossos temores:

 

“Quando confrontado com a ideia de que o Engº Guterres não me ia deixar avançar com as reformas, demiti-me…”

 

“Para além de achar estranho ser o Banco de Portugal a dar o valor do défice, já que existem outros para o fazerem, como por exemplo o Tribunal de Contas…Como é que chegaram um número que inclui decimas?”

 

“Sempre se soube que o défice eram os 6 virgula qualquer coisa, bastava fazer as contas e não incluir os itens que o governo anterior se serviu para garantir o Pacto de Estabilidade…Estava tudo lá, ninguém que estivesse ligado à economia poderia deixar isso em claro…”

 

Se este carapuço serve a alguém…Talvez, ao admirado Jorge Coelho, que esqueceu muito rapidamente que fez parte do governo do Engº António Guterres e agora qual dama ofendida vem ao terreiro dizer que os outros é que são os culpados...

 

P.S.: Por na lista do Pai Natal: 1 máquina de calcular para o Dr. Victor Constâncio…sem decimais. 1 máquina de calcular para o Jorge Coelho com decimais. 1 máquina de calcular para o 1º Ministro…científica.

publicado por McClaymore às 17:00
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Nova Casa…

. Nos bastidores da Guerra ...

. "Nada de novo na frente o...

. "Ladrão que rouba a ladrã...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Mãe, há só uma...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

. Crónicas de um Rei sem tr...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds